X

0 Comentários

Festivais

10ª Mostra de Cinema de Tiradentes, 2007, (3)

Documentários, bons curtas e chuva.

Por Luiz Joaquim | 24.01.2007 (quarta-feira)

Tiradentes (MG) – A partir da terceira noite da 10ª Mostra de Cinema de Tiradentes, no domingo último, a chuva virou um personagem do evento. Ficou, assim, impossível de promover as sessões programadas para acontecer na praça do Largo das Forras, onde até então vinham sendo agregadas duas mil pessoas por sessão ao redor de uma tela gigantesca. Desta forma, a exibição de ‘Hercule 56’ (foto), documentário de Silvio Da-Rim, teve sua projeção transferida para o Cine-Tenda (700 lugares, mas freqüentada por mais de 800), para logo após a exibição do longa ‘Fabricando Tom Zé’.

Este documentário, de Décio Matos Jr., conta os percalços da carreira e acompanha a turnê pela Europa, feita em 2005, pelo músico baiano. A opção aqui é por ilustrar a história por diversos formatos e estéticas – digital, película, videografismo – apresentando a figura explosivamente criativa e autêntica que é a de Tom Zé. A ‘apresentação’ é bem feita. Saí-se da sessão, recebida efusivamente por aqui, com impressão de que se passou 90 minutos com o próprio musicista.

Já ‘Hércules 56’, traduzindo de uma forma simplificada, seria a versão documental do episódio histórico que Bruno Barreto utilizou para fazer ‘O Que É Isso, Companheiro?’. Filme conta, pela intercalação de três vetores informativos, sobre o rapto do embaixador americano Burke Elbrick feito em 1969 por organizações revolucionárias contra a ditadura no país para libertar quinze presos políticos. Temos aqui a versão dos raptores e dos libertados, casadas com raras imagens de arquivo.

Segunda-feira e ontem foram dias dedicados à projeção de curtas-metragens. Dividido em módulos temáticos, o primeiro da segunda-feira (‘Dentro e Fora’) trouxe fortes trabalhos como o mineiro intimista ‘Outono’, de Pablo Lobato (lembrando ‘Casa Vazio’, de Kim Ki-Duk); o vencedor de Brasília ‘O Homem-Livro’, de Anna Azevedo; o brasiliense ‘Oficina Perdiz’, de Marcelo Diaz; e ‘Passeios no Recanto Silvestre’, no qual Miriam Chnaidman resgata a imagem de José Agripino de Paulo, escritor e cineasta de contundentes trabalhos nos anos 60/70, como ‘Hitler, Terceiro Mundo’.

O segundo bloco (‘As Realidades da Ficção’), reuniu talvez os melhores curtas desta temporada como ‘Beijo de Sal’, no qual Fellipe Barbosa apresenta a tentativa do resgate de uma amizade entre dois homens por uma desesperada e tocante ótica masculina; Os pernambucanos ‘Uma Vida e Outro’ (aplaudido com entusiasmo) e ‘Noite de Sexta, Manhã de Sábado’, de Daniel Aragão e Kleber Mendonça respectivamente; além do tecnicamente impecável ‘Alguma Coisa Assim’, de Ermir Filho, sobre paixões e conflitos sexuais na adolescência.

Também de Pernambuco, foram exibidos, ontem, o vídeo em animação ‘180 anos do Diário de Pernambuco’, de Alexandre Jordão e Marcos Buccini; ‘Eisenstein’, de Leonardo Lacca, Raul Luna e Tião; além de ‘Schenberguianas’, de Sérgio Oliveira e Willian Cubits. A Mostra de Tiradentes segue até sábado.

POLÍTICA
Em encontros pela manhã, a Mostra de Tiradentes promoveu debate entre o Fórum dos Festivais e o Ministério da Cultura, representado por Ana Paula Santana, da Gerência de Convênios. Na pauta estavam a apresentação pelo Fórum de seis pontos que devem ser avaliados pelo MinC na gestão que inicia com o segundo mandato do Governo Lula. Entre alguns pontos: contar com o auxílio do CTAv para formar profissionais que dêem suporte técnico aos festivais, contar com a articulação do MinC para identificar novos patrocinadores e, entre outros, a criação de um Grupo de Trabalho do Fórum para acompanhar as avaliações dos projetos encaminhados à Secretaria do Audiovisual.

Santana sugeriu a criação de uma oficina, pela Secretaria, para especializar os profissionais da produção de festivais do audiovisual, encurtando o diálogo para aprovação de projetos entre o Governo e produtoras. Também em reunião, foi definido o nome que conduzirá o Fórum dos Festivais até dezembro de 2008: será Cláudia Dutra, responsável pelos festivais de cinema brasileiro em Miami e Nova Iorque.

Fields marked with an * are required

assine e receba
novidades por email

Mais Recentes

Publicidade