X

0 Comentários

Off Topic

O tango é francês

DJ francês do GoTan Project lança coletânea de remixes

Por Luiz Joaquim | 18.12.2007 (terça-feira)

Não, o tango é argentino, mas o músico francês Philippe Cohen Solal, desde 1999 em parceria com Christoph H. Müller, da Suíça, e Eduardo Makaroff, da Argentina, formam o grupo GoTan Project e, com essa identidade, redesenharam um cenário novo no mundo para o rítmo mais marcante de Buenos Aires e arredores. O selo MCD aproveitou que o grupo fez no dia 6 a última apresentação no Brasil do show “Lunático” e coloca no mercado o luxuoso CD “Inspiración – Espiración (I-E)”. Não é um novo álbum do GoTan, mas um set preparado por Solal, que remixa 12 músicas, algumas do trio, outras não, e traz num disco extra um nova canção do GoTan, “La Cruz del Sul”, além de um vídeo no formato Quicktime para rodar no computador.

O disco abre com “La Cumparsita”, na qual o bandoneonista Cerioti literalmente se apresenta como o Tango, para logo dar espaço ao clássico de 1977, “Cité Tango”, gravado em Milão por Astor Piazzolla e um bando de músicos italianos. A primeira intervenção mais perceptível de remixagem feita por Solal está na faixa “Round About Midnight”, na qual “GoTan encontra Chet Baker”. É uma outra música lendária, gravada nos anos 1960 sobre a qual o DJ parisiense insere o tango por entre as notas do jazzista.

O resultado não é tão equilibrado como poderia, com o acordeon argentino competindo com o trompete do americano. Neste sentido, de fusão com o tango, há uma melhor solução alcançada na sétima faixa, “La Del Russo”, numa mixagem a partir de um ritmo folk da Argentina chamado Chachara.

Já “Confianzas”, faixa 4, é, talvez, a mais bela da compilação. Nela, deitada sob um tango triste, a voz forte e sensual da atriz espanhola Cecilia Roth (de “Fale Com Ela”, de Almodóvar) se espalha declamando um poema que remete às crianças desaparecidas durante o período militarista na Argentina. “Com este poema, não ganharás dinheiro. / Não terás cigarro, com esse poema / Mulheres também não virão com este poema / A revolução, tampouco, será feita com este poema”, e por aí segue.

“I-E” surpreende para o bem com um bem-vindo rap e um hip-hop. Para o primeiro, a ótima “El Capitalismo Foráneo”, para a qual Solal pediu a High Priest para escrever uma letra militante, o cantor negro clama para “não lhes tirar a liberdade”. No hip-hop, “M.A.T.H.”, Solal agradece ao obscuro (e agressivo) Al-Shid, pelo som que ele classifica no encarte do CD como “a melhor ponte entre o Brooklin e Buenos Aires”.

Outro destaques fica na faixa 11, “Tríptico”, na qual o mago da lounge music, Peter Kruder, da dupla austríaca Kruder & Dorfmeister (K&D). A canção abre com uma animada conversa por telefone entre a menina Rita, de 15 anos, e dois locutores de uma rádio em Buenos Aires. O papo foi gravada por Solel num quarto de hotel argentino. A passagem feita por Kruder da conversa para o ritmo eletrônico é perfeita em sua organicidade.

O vídeo no CD Bonus, “Sentimentale”, é de Prisca Lobjoy, a criadora dos espetáculos de vídeo que é apresentado nos shows do grupo, da qual Solel fala no texto impresso do álbum “após dois anos de turnê e mais de 200 apresentações ao redor do globo, nunca ficamos cansado de ver as suas imagens… que captura tão bem a essência do Tango”.

SERVIÇO:
Inspiración – Espiración
A GoTan Project DJ set selected by
Phillippe Cohen Solal
R$ 39,90

Fields marked with an * are required

assine e receba
novidades por email

Mais Recentes

Publicidade