X

0 Comentários

Digital

“Curral” agora na Netflix

O filme  foi rodado no interior do Brasil, no município de Gravatá, Pernambuco

Por Luiz Joaquim | 20.05.2022 (sexta-feira)

– com informações da assessoria do filme.

Tem novo filme pernambucano na Netflix. O premiado drama político Curral, dirigido por Marcelo Brennand, está no mais popular streaming do País desde domingo (15). O filme também foi vendido para os outros países de língua portuguesa em que a Netflix está presente.

Estrelado por Thomás Aquino (Bacurau e Boca a Boca), Rodrigo García (Onde Está Meu Coração) e Carla Salle (Onisciente e Onde Nascem os Fortes), o longa tem participação especial de José Dumont. Curral foi rodado no interior do Brasil, no munícipio de Gravatá, Pernambuco. Durante as eleições, a população se divide entre as cores Azul e Vermelho, que representam os partidos políticos e lutam pelo poder desde sempre. Devido a seca, a água é a principal moeda de troca.

Thomás Aquino interpreta Chico Caixa, um homem humilde recrutado por seu amigo de infância Joel, candidato a vereador, para ajudar na conquista de votos em um importante bairro da cidade. Chico é o ponto central para situações que vão questionar os processos eleitorais no interior do Nordeste.

Em 2008 o diretor dirigiu o premiado documentário Porta a Porta, quando acompanhou o passo a passo de candidatos a vereador da cidade de Gravatá, no interior de Pernambuco, e as estratégias dos seus cabos eleitorais para conquistar os votos da população.  Inspirado na trajetória de sucesso do documentário, que foi lançado em 2011, Marcelo criou a história de seu primeiro longa-metragem de ficção: Curral.

Curral teve sua première mundial na 44ª Mostra Internacional de Cinema de São Paulo e já conquistou os prêmios de Melhor Ator (Thomás Aquino) e o prêmio de Melhor Contribuição Técnico-Artística no 46 Festival de Huelva (Espanha), Melhor Longa-metragem de Ficção no Festival de Cinema do Brooklyn (Nova Iorque) e Melhor Ator no 25º Inffinito Brazilian Film Festival. O longa também participou do Festival du Cinéma Brésilien de Paris e teve uma exibição em Paris no Hotel de Ville de Paris, prédio que abriga as instituições do governo municipal. O convite foi feito pela vereadora parisiense Geneviève Garrigos.

A direção de fotografia é de Beto Martins. A direção de arte é de Juliano Dornelles (Bacurau) e o figurino fica com Rita Azevedo (Bacurau).

Fields marked with an * are required

assine e receba
novidades por email

Mais Recentes

Publicidade