X

0 Comentários

Festivais

50º Gramado (2022) – Abertura

Promessa de filmes audaciosos e um primeiro encontro presencial pós-pandemia da Covid-19.

Por Luiz Joaquim | 11.08.2022 (quinta-feira)

– com infos da assessoria do Festival.

Ela já começa histórica pela efeméride. É a 50ª edição do Festival de Cinema de Gramado que inicia amanhã (12), marcando um feito sem precedentes nos festivais do gênero no Brasil. Gramado é o único festival no país que, por meio século, nunca interrompeu sua programação, mesmo naqueles anos de penúria do governo Collor de Melo, fazendo com que, em 1992, o evento ganhasse também uma personalidade internacional, integrando, principalmente, obras latinoamericanas. A partir deste sábado (13), você poderá acompanhar aqui pelo CinemaEscrito a cobertura minuciosa desse encontro que também ganha caráter histórico (e muito desejado) por ser o primeiro presencial pós-pandemia da Covid-19.

Filme de Burlan abre o festival.

Mas, e os filmes? Sim, é também uma edição já com muitas expectativas em função dos nomes que integram, principalmente, a competitiva nacional de longas-metragens. Se não, vejamos, temos: Gregório Graziósi (Tinnitus, com Antônio Pitanga); Júlia Rezende (A porta do lado, com Bárbara Paz e Letícia Colin; Cristiano Burlan (A mãe, com Marcelia Cartaxo e Helena Ignez [que dupla!]); e Gabito, quer dizer, e Gabriel Martins (Marte um, com Rejane Faria e Carlos Francisco).

São realizadores com uma razoável em tamanho, mas grande em qualidade, filmografia que, aqui reunidos, já dão a dimensão contemporânea e audaciosa, no melhor sentido, para a qual esta edição de Gramado acena.

Há ainda o primeiro longa-metragem feito no Acre (Noites alienígenas, de Sérgio de Carvalho, estrelado por Chico Diaz), além de O pastor e o guerreiro, de um já experiente José Eduardo Belmonte, contando com Jonhny Massaro, Cássia Kis e Sérgio Mamberti no elenco; e ainda o carioca Clube dos anjos, com Ângelo Defanti estreando na direção de um longa com nomes como Otávio Muller, Matheus Nachtergaele, Paulo Miklos, Marco Ricca, André Abujamra e Ângelo Antônio sob a sua direção.

Na competição internacional, títulos do Uruguai (9); Argentina (Cuando oscurece); México (El camino del sol); Chile (Inmersión); Espanha (La boda de Rosa); Peru (La pampa); e Portugal (O último animal).

Nesta edição há a novidade de uma competitiva de documentários, tendo como plataforma de exibição o Canal Brasil. Os filmes também entram no aplicativo após exibição no Canal Brasil e permanecem até às 23h59 de quarta, dia 17. Para assistir pelo serviço de streaming é preciso ser assinante e acessar o GloboPlay. O melhor documentário eleito pelo público ganhará uma sessão presencial no Palácios do Festivais, na noite de encerramento e premiação, o sábado 20.

Conheça mais detalhes sobre a programação clicando aqui e aqui.

Montagem e preparativos. Foto: Cleiton Thiele/Ag. Pressphoto

ABERTURAAmanhã (12), a organização do Festival de Gramado abre o seu tradicional tapete vermelho ao público para a cerimônia de abertura do evento. Na solenidade, que iniciará às 16h, serão entregues os Troféus Reverência Horst Volk a ex-Presidentes do Festival de Cinema de Gramado e a ex-Prefeitos do município. A cerimônia conta, também, com apresentação da Orquestra Sinfônica de Gramado.

Os curtas brasileiros O Fim da Imagem e Deus não deixa, além dos longas A mãe e La pampa marcam a noite de abertura, noite que ainda será dedicada à atriz Araci Esteves, quando receberá o Troféu Cidade de Gramado.

HOMENAGEM – A mais tradicional honraria, concedida, desde 1990, pelo Festival de Cinema de Gramado, o Troféu Oscarito, será entregue ,em 2022, ao ator Marcos Palmeira. Com mais de uma centena de trabalhos, incluindo cinema, televisão e teatro, Marcos é um dos nomes mais conhecidos e respeitados no Brasil. Coleciona vitórias e indicações em alguns dos principais festivais de cinema do país e da iberoamérica, como Prêmio Platino e Emmy. Em Gramado, levou seu primeiro Kikito pelo papel de Alpino em Dedé Mamata, em 1988. Durante a 43° edição do Festival de Gramado, Palmeira subiu ao palco do Palácio dos Festivais para homenagear seu pai, o cineasta Zelito Viana, que recebia o Troféu Eduardo Abelin na época.

Além do Troféu Oscarito, a organização já revelou que o Troféu Eduardo Abelin, homenagem concedida a diretores, cineastas e entidades de cinema pelo trabalho feito em benefício do cinema brasileiro, será entregue a Joel Zito Araújo.

Marcos Palmeira, homenageado com o Troféu Oscarito. Foto, Roberto Filho

 

INGRESSOSEste ano, não haverá venda de ingressos para acesso às sessões noturnas, no Palácio dos Festivais. As entradas para acompanhar os filmes, homenagens e entrega de prêmios se darão por meio de doações de alimentos. A troca dos ingressos deverá ser feita diariamente para a sessão do mesmo dia, na secretaria do 50º Festival de Cinema de Gramado, na Sociedade Recreio Gramadense (Rua Garibaldi, 328), a partir de amanhã (12).

A bilheteria estará aberta a partir das 9h. Para realizar a troca e garantir o ingresso, é necessário doar 2kg de alimentos não perecíveis para cada ingresso (preferencialmente leite, café ou óleo de cozinha) no período de 12 a 19 de agosto, e 4kg para a noite da entrega dos Kikitos, dia 20 de agosto. Cada CPF pode retirar, no máximo, dois ingressos por dia, mediante doação correspondente.

As sessões matutinas e vespertinas, como Mostra Infantil, Mostra Gaúcha de Curtas e Mostra de Longas-Metragens Gaúchos, seguem tendo acesso liberado, sem a necessidade de troca de ingressos.

JÚRIPara julgar os longas-metragens brasileiros, foram convidados a cineasta Sabrina Fidalgo, a produtora Renata Almeida Magalhães, a atriz Bete Mendes, o diretor Luiz Carlos Lacerda e o ator Tarcísio Filho. O Júri de Longas-Metragens Estrangeiros é composto por Gisela Pérez, programadora, Hebe Tabachnik, produtora, Emiliano Cunha, cineasta, Renata de Almeida, programadora, e pelo apresentador e jornalista Zeca Camargo.

Os vencedores da nova Mostra Competitiva de Longas-Metragens Documentais serão escolhidos pelo fotógrafo Gilberto Perin e pelos cineastas Edu Felistoque e Susanna Lira. O Júri de Longas-Metragens Gaúchos é composto pela produtora Clélia Bessa, pelo sócio-diretor da Vitrine/Manequim Filmes Felipe Lopes e pela programadora Monica Kanitz. O ator gaúcho Sirmar Antunes, que faleceu no último sábado, 06, integraria o júri ao lado de Clélia, Felipe e Monica.

O diretor Ariel de Souza Ferreira, o montador Germano de Oliveira, o ator Nando Cunha, a atriz Hermila Guedes e o diretor Paulo Tavares são os nomes que formam o Júri de Curtas-Metragens Brasileiros. O Júri de Curtas-Metragens Gaúchos é composto pelo diretor Léo Tabosa, pela produtora Letícia Friedrich, pela professora e crítica de cinema Maria Caú, pelo diretor Bhig Villas Bôas e pela roteirista, produtora e realizadora Thaís Vidal

O Júri da Crítica (Abraccine e Accirs) é composto pelos críticos de cinema Victor Hugo Furtado, Ivonete Pinto, Carlos Helí, Barbara Demerov e Luiz Carlos Merten.

TOK TOK A primeira edição da competição #FestivaldeCurtas, parceria entre o Festival de Gramado e a plataforma Tiktok, já possui um filme vencedor. A comissão julgadora escolheu o curta Casa cheia, do diretor Kaco Caruzo. O vencedor receberá uma viagem com as despesas pagas para o 50º Festival de Cinema de Gramado e terá seu filme exibido durante o evento.

INCLUSIVOA efeméride também diz respeito ao tempo de sessões inclusivas no Festival de Gramado, que neste 2022 completam 10 anos. Nesta edição, a Mostra Acessível conta com três títulos disponíveis em libras, audiodescrição e legendagem: Aos olhos de Ernesto, da diretora Ana Luiza Azevedo, Portuñol, de Thais Fernandes e vencedor do Kikito de Melhor Filme de Longa-Metragem Gaúcho em 2020, e Contos do amanhã, do diretor Pedro Marques. Os filmes estarão disponíveis no site do Festival durante todo o período do evento, de 12 a 20 de agosto.

Haverá, também, sessões acessíveis dentro do Palácio dos Festivais. As exibições do curta Último domingo” e do longa O clube dos anjos”, no sábado, dia 13, contarão com audiodescrição.

MOSTRAS PARALELAS –  A organização do festival confirma a realização de duas Mostras Paralelas: Mostra Infantil e Cinema nos Bairros. No dia 16 de agosto, terça-feira, a partir das 9h30, o Palácio dos Festivais recebe alunos das escolas municipais para a exibição da nova versão de filme Pluft, o Fantasminha, com a presença da equipe e elenco.

Durante os dias 15, 16, 17 e 18, ocorrerão as sessões do Cinema nos Bairros, com a exibição dos filmes O Auto da Boa Mentira e Um Tio Quase Perfeito 2. Estão confirmadas exibições no Centro De Reabilitação Emanuel Região Das Hortênsias, CRERH, e no Centro de Cultura da Várzea Grande.

Acompanhe a cobertura do 50º Festival de Cinema de Gramado pelo cinemaescrito.com e nos marque pela hashtag #cinemaescrito

Fields marked with an * are required

assine e receba
novidades por email

Mais Recentes

Publicidade