X

0 Comentários

Festivais

50º Gramado (2022) – seleção

Entre os curtas, metade dos filmes terão Gramado como primeira tela de exibição. Festival inicia dia 12/8

Por Luiz Joaquim | 08.07.2022 (sexta-feira)

– com informações da assessoria do festival. Na foto de Edison Vara, o curador Marcos Santuário.

Na manhã de hoje (8), a organização do Festival de Cinema de Gramado anunciou os filmes que irão compor as mostras competitivas de sua 50ª edição. Dos mais de mil títulos inscritos, as curadorias e comissões de seleção escolheram sete longas-metragens brasileiros, sete longas-metragens estrangeiros, cinco longas-metragens gaúchos, 14 curtas-metragens brasileiros e 17 curtas-metragens gaúchos (lista completa dos filmes ao final dessa publicação).

Dos 50 filmes anunciados, a diversidade e o ineditismo permeiam todas as produções. Dentre os destaques nacionais, filmes de todas as regiões do Brasil e que abordam questões pertinentes ao período político e social do país. Os curtas brasileiros apresentam um feito inédito: metade dos filmes selecionados terão Gramado como sua primeira tela de exibição. A diversidade está também na seleção estrangeira, que, neste ano, conta com filmes da América do Sul, do Norte e Europa, produções reconhecidas em outros festivais pelo mundo e que ganham projeção nacional a partir de Gramado.

Os filmes serão exibidos presencialmente em Gramado, entre os dias 12 e 19 de agosto, no tradicional Palácio dos Festivais que, este ano, volta a receber realizadores, elenco e público. Na noite do dia 20 de agosto, serão revelados os vencedores dos Kikitos. Ao total, serão entregues 49 kikitos e 11 Troféus Assembleia Legislativa, além das tradicionais homenagens com os Troféus Oscarito, Eduardo Abelin, Kikito de Cristal e Cidade de Gramado. Em parceria com a Secretaria de Estado da Cultura (Sedac), por meio do Instituto Estadual de Cinema (Iecine), o Festival de Gramado entregará, ainda, três Prêmios Gramado 50 anos e o Troféu Leonardo Machado.

Marcos Santuario, curador do festival, destacou o quanto a “curadoria está feliz pela potência dos filmes que se apresentaram, mostrando a diversidade e a força criativa presente na produção brasileira e ibero-americana”.

Meio século – Quando comemora 50 anos de existência, Gramado relembra também três décadas de sua internacionalização. Em 1992, quando o evento se tornou ibero-americano, o cineasta espanhol Pedro Almodóvar recebeu o primeiro Kikito entregue a um filme de língua não portuguesa. Nesses 30 anos, alguns dos maiores nomes do setor passaram por Gramado, que abriu vitrine nacional para produções de fora.

A edição de número 50 marca, ainda, o retorno “ao presencial”. Após dois anos em formato remoto, Gramado volta a reunir realizadores, produtores, elenco, público e imprensa em uma grande ode ao fazer cinematográfico. Sucedendo edições marcadas pelo pioneirismo e pela devoção à sétima arte, é hora do Festival de Gramado estender novamente seu tapete vermelho.

Homenagens – O Troféu Eduardo Abelin, homenagem concedida a diretores, cineastas e entidades de cinema pelo trabalho feito em benefício do cinema brasileiro, será entregue a Joel Zito Araújo. Já o Troféu Cidade de Gramado, dedicado a nomes ligados a Gramado e ao Festival, este ano será concedido à atriz gaúcha Araci Esteves.

E na próxima terça-feira, 12, faltando um mês para o começo do evento, o Festival de Cinema de Gramado estará no Rio de Janeiro onde serão anunciados os homenageados com os troféus Oscarito e Kikito de Cristal e os Longas-Metragens Documentais selecionados. O encontro vai reunir organização, curadoria, entidades, realizadores e imprensa.

A nova mostra de documentários brasileiros é uma das novidades do evento para seu cinquentenário. Aliando o retorno ao formato presencial com as inovações advindas da pandemia, os selecionados terão uma janela de exibição diferenciada: os cinco filmes serão veiculados pelo Canal Brasil, dentro da programação do Festival de Gramado, e disponibilizados no Globoplay durante o evento.

Escolhido pelo júri, o vencedor será, ainda, exibido no Palácio dos Festivais como filme de encerramento da edição.

50º Festival de Cinema de Gramado – Filmes selecionados:

Longas-Metragens Brasileiros (LMB):

A MÃE | São Paulo – 90’26
Direção: Cristiano Burlan
Sinopse: Maria, uma mãe solo que vive na periferia de São Paulo, volta para casa à noite e não encontra seu filho adolescente. Depois de uma busca ininterrupta pela vizinhança, ela começa a ameaçar a tranquilidade dos traficantes locais que decidem contar que Valdo foi assassinado pela Polícia. Incrédula ela começa uma busca vertiginosa pela verdade.
Elenco: Marcelia Cartaxo, Helena Ignez, Mawusi Tullani, Henrique Zanoni, Dunstin Farias, Rubinho e Anna Carolina Marinho

A PORTA AO LADO | Rio de Janeiro – 113’11”
Direção: Julia Rezende
Sinopse: Mari e Rafa vivem um relacionamento tradicional, estável e sem altos e baixos. O casamento segue tranquilo até o dia em que se muda para o apartamento ao ado o casal Isis e Fred. Os novos vizinhos vivem um relacionamento aberto, separam sexo de amor e decidiram não ter filhos. O encontro dos dois casais irá provocar desejos, dúvidas, inseguranças, mentiras e transformações nos quatro, fazendo com que cada um reavalie suas escolhas.
Elenco: Leticia Colin, Dan Ferreira, Bárbara Paz e Túlio Starling

MARTE UM | Minas Gerais – 115’01”
Direção: Gabriel Martins
Sinopse: A família Martins mora na periferia de Contagem, Minas Gerais, e busca seguir seus sonhos num país que acaba de eleger como presidente um homem que representa o contrário de tudo que eles são. Um filme sobre sonhos e estrelas.
Elenco: Rejane Faria, Carlos Francisco, Camilla Damião e Cícero Lucas

NOITES ALIENÍGENAS | Acre – 80’20”
Direção: Sérgio de Carvalho
Sinopse: Noites Alienígenas aborda a periferia da Amazônia urbana, as fronteiras entre cidade e floresta. A partir do realismo mágico, aborda o impacto da chegada das facções criminosas do sudeste do Brasil para a Amazônia. O filme fala de resistência, esperança e juventude.
Elenco: Gabriel Knoxx, Adanilo, Gleici Damasceno, Chico Diaz, Joana Gatis, Chica Arara, Bimi Huni Kuin, Duace, Jefferson Xavier e Kika Sena

O CLUBE DOS ANJOS | Rio de Janeiro – 1’38’’
Direção: Angelo Defanti
Sinopse: Uma confraria de velhos amigos vê os laços de amizade remendados num nababesco banquete proporcionado por um misterioso cozinheiro. Após a noite mágica de gula e alegria, porém, um deles amanhece morto. Teria sido envenenado? E, sobretudo, conseguirão resistir e não retornar para um novo jantar?
Elenco: Otávio Muller, Matheus Nachtergaele, Paulo Miklos, Marco Ricca, Augusto Madeira, André Abujamra, César Mello, Ângelo Antônio, António Capelo, Samuel de Assis

O PASTOR E O GUERRILHEIRO | Distrito Federal – 115’03”
Direção: José Eduardo Belmonte
Sinopse: Na virada do milênio, Juliana, filha ilegítima de um coronel que comete suicídio, descobre que seu pai foi torturador durante a ditadura militar no Brasil.
Elenco: Johnny Massaro, César Mello, Julia Dalávia, Gabriela Correa, Ana Hartmann, William Costa, Cássia Kis e Sergio Mamberti

TINNITUS | São Paulo – 106’44”
Direção: Gregório Graziosi
Sinopse: Marina é uma atleta de saltos ornamentais. No auge de sua carreira, ela foi vítima de um grave acidente causado por uma terrível crise de zumbido. Alienada do esporte, Marina trabalha no Aquário Municipal, vestida de sereia.
Elenco: Joana De Verona, Indira Nascimento, Alli Willow e Antonio Pitanga

LONGAS-METRAGENS ESTRANGEIROS (LME)

9 | Uruguai, Argentina – 105’00”
Direção: Martín Barrenechea e Nicolás Branca
Sinopse: Um jovem jogador de futebol bem-sucedido, que sofre com o assédio da mídia e a pressão que o cerca, procura escapar do inferno em que sua vida se tornou.
Elenco: Enzo Vogrincic, Rafael Spregelburd e Sofía Lara

CUANDO OSCURECE | Argentina, Uruguai – 76’44
Direção: Néstor Mazzini
Sinopse: Flor pensa que está de férias com o pai, mas na realidade Pedro ele a está sequestrando, com medo de nunca mais vê-la. Quando Flor descobre a verdade, ela escapa. Erica, sua mãe, está desesperadamente procurando por ela.
Elenco: Cesar Troncoso, Andrea Carballo e Matilde Creimer Chiabrando

EL CAMINO DE SOL | México – 77’17”
Direção: Claudia Sainte-Luce
Sinopse: Com apenas sete anos, o pequeno Christian é sequestrado na sua unidade habitacional. Depois de notar a indiferença e a lentidão da justiça para resolver seu caso, Sol começa uma busca frenética para recuperar seu filho.
Elenco: Anajosé Aldrete e Armando Hernández

INMERSIÓN | Chile, México, 72’01”
Direção: Nicolas Postiglione
Sinopse: Ricardo, um pai de classe média, leva as duas filhas para a casa da família, junto ao lago, no sul do Chile. Um dia, em um iate, eles veem três jovens pescadores locais pedindo ajuda de outro navio afundando.
Elenco: Alfredo Castro, Consuelo Carreño, Michael Silva, Mariela Mignot e Alex Quevedo

LA BODA DE ROSA | Espanha, França – 80’02”
Direção: Iciar Bollain
Sinopse: Rosa está prestes a completar 45 anos e percebe que sempre viveu para servir todos os outros. Então ela decide deixar tudo para trás, se casar e assumir o controle de sua vida e realizou seu sonho de abrir seu próprio negócio.
Elenco: Candela Peña, Nathalie Poza, Sergi López, Ramón Barea e Paula Usero

LA PAMPA | Peru, Chile, Espanha – 105’44”
Direção: Dorian Fernández Moris
Sinopse: Juan, ex-funcionário público, foge da justiça e da tragédia que o marcou por vida. Reina, uma adolescente, foge dos abusos sexuais e morais que sofre desde menina nos campos de exploração sexual de La Pampa, local controlado por máfias de mineração de ouro Unidos pelo destino partirão em busca da família de Reina em um território da Amazônia peruana sem autoridade, devastado pelo crime e pela ganância.
Elenco: Mayella Lloclla, Luz Pinedo, Fernando Bacilio, Pamela Lloclla, Oscar Carrillo, Alaín Salinas, Sylvia Majo, Gonzalo Molina e Antonieta Pari

O ÚLTIMO ANIMAL | Portugal, Brasil – 109’14”
Direção: Leonel Vieira
Sinopse: Didi sonha melhorar de vida e está tentando sair da comunidade (a favela) onde cresceu, quando descobre que indiretamente está trabalhando para Casimiro Alves. Um imigrante português conhecido como Dr. Ciro, famoso chefão do jogo do bicho do Rio. O Sonho de Didi se  transforma num pesadelo de violência, narcotráfico e corrupção na cidade maravilhosa.
Elenco: Joaquim de Almeida, Junior Vieira, Duran Fulton Brown, Alessandra Toussaint, Joe Renteria, Samuel Melo e Marcello Gonçalves

CURTAS-METRAGENS BRASILEIROS (CMB)

BENZEDEIRA | Pará – 15’01”
Direção: Pedro Olaia e San Marcelo
Sinopse: O curta imerge no universo da benzedeira Maria do Bairro que escolheu o silêncio para dividir a sabedoria que lhe foi confiada. Manoel Amorim, conhecido como Maria do Bairro, a bicha preta conhecedora de ervas e benzedor, se dedica à cura do corpo e da alma de quem a procura.
Elenco: Maria do Bairro

DEUS NÃO DEIXA | Rio de Janeiro – 20’16”
Direção: Marçal Vianna
Sinopse: Anos atrás, Miguel deixou de se apresentar como Mika Sapequinha: cortou os cabelos, largou as saias e criou uma nova versão para si. Frequentador da Igreja Evangélica, hoje enfrenta uma turbulenta jornada de autoconhecimento.
Elenco: Luis Miguel Bispo, Lucas Fialho, Leandro Araújo, Mixcilany Bispo e Rosemary Félix

FANTASMA NEON | Rio de Janeiro – 20’00”
Direção: Leonardo Martinelli
Sinopse: Um entregador de aplicativo sonha em ter uma moto. Disseram a ele que tudo seria como um filme musical.
Elenco: Dennis Pinheiro e Silvero Pereira

IMÃ DE GELADEIRA | Sergipe – 19’55”
Direção: Carolen Meneses e Sidjonathas Araújo
Sinopse: Depois que um casal de costureiros perde a sua geladeira, em decorrência de uma série de apagões no bairro, eles saem em busca de um novo eletrodoméstico. Numa loja de usados, uma geladeira parece oferecer risco. Mas só para pessoas negras.
Elenco: Severo D’Acelino, Margot Oliveira, Ícaro Olavo, Solange Bocão e Joaquim Gael

MAS EU NÃO SOU ALGUÉM | São Paulo – 13’11”
Direção: Gabriel Duarte e Daniel Eduardo
Sinopse: Em uma favela brasileira, uma criança de nove anos tenta entender a si mesma e o universo onde vive. Através de aventuras com seus amigos e parentes, Antônio vive as maravilhas e perigos do lugar onde nasceu.
Elenco: Antonio Amaral, Victor Hugo Jesus e James Costa

O ELEMENTO TINTA | São Paulo – 09’29”
Direção: Luiz Maudonnet e Iuri Salles
Sinopse: A morte de um pixador por covid-19, é o estopim para que um grupo de pixadores se unam em uma ação direta contra como o governo Bolsonaro vem gerindo o país durante a pandemia.
Elenco: Felipe “Elementos” Nunes, Loucuras. B, Assassinos. Tgp, Aloprados.Fln, Dof, Doug, Duzer, Jts.R, Rbs e Vip

O FIM DA IMAGEM | Paraná – 14’58”
Direção: Gil Baroni
Sinopse: A imagem entrou em crise existencial e está a assombrar a humanidade.
Elenco: Talita Mendes, Gustavo Eckel, Greice Barros, Leticia Martin e Leticia Shiirakin

O PATO | Paraíba – 11’18”
Direção: Antônio Galdino
Sinopse: Cida decide acabar com o ciclo de violência em sua casa e ser um exemplo para sua filha, Fia.
Elenco: Norma Góes e Ana Júlia

SERRÃO | Minas Gerais – 18’36”
Direção: Marcelo Lin
Sinopse: Um homem tenta recomeçar sua vida. Perto de tudo dar certo, ele perde seu olho.
Elenco: Ice Band, Dj Vitin do Pc, Dona Lena e Érica Lucas

SOCORRO | Pará – 16’52″
Direção: Susanna Lira
Sinopse: Um grito de socorro da líder comunitária Socorro do Burajuba, do município de Barcarena, no Pará, considerado como uma “zona de sacrifício” ambiental e social.

ÚLTIMO DOMINGO | Rio de Janeiro – 17’07”
Direção: Joana Claude e Renan Barbosa Brandão
Sinopse: A madrugada apresenta-se estranha, com prenúncio de mudança. Na manhã seguinte, Maria recebe uma visita misteriosa que deixa José perturbado e a levará a ressignificar seu próprio destino. Livremente inspirado em trecho da obra “O Evangelho Segundo Jesus Cristo” de José Saramago.
Elenco: Jéssica Ellen , Edilson Silva , Tonico Pereira , Everaldo Pontes, Ravel Andrade, Gunnar Borges e Nilson Carlos Estevão

UM TEMPO PRA MIM | Rio Grande do Sul – 20’59”
Direção: Paola Mallmann
Sinopse: Florência fica menstruada pela primeira vez no mesmo dia em que ocorre um eclipse da Lua. Ela é criada pela avó e segue a rotina e os costumes de sua tradição mbya guarani. Recolhida do convívio social, Florência vive uma transformação.
Elenco: Juliana Almeida Timoteo, Elza Chamorro Benite, Clarice Oliveira Benite,Sebastião Mendez Gonçalves, Patricia Ferreira, Cipriana Ramires Almeida e Fernanda Minetto de Almeida.

SOLITUDE | Amapá – 13’20”
Direção: Tami Martins e Aron Miranda
Sinopse: Na Amazônia, Sol encara a solidão e carência depois do término de uma relação abusiva, enquanto que no Deserto do Atacama uma Sombra busca independência porém começa a desaparecer lentamente.
Elenco: Arnon Vicente, Arthur Delgado, Gizandro Santos, Joyce Nagamura, Kleston Marques, Maria Luiza Baganha, Otoniel Oliveira, Paula Lobato Pontes, Luís Henrique Martins, Thalyne Tenório, André Novo, Beatriz Belo, Cynthia Liz Jamani, Luiz Henrique Martins, Gabriel Maciel, Genilson Cardoso, João Lima e Raquel Teixeira

TEKOHA | São Paulo – 14’15”
Direção: Carlos Adriano
Sinopse: Em 6 de setembro de 2021, seguranças privados de fazendeiros queimaram uma casa de família Guarani Kaiowá no Tekoha Ava’te (Dourados, Mato Grosso do Sul): a ação foi filmada (um plano de 02 minutos 52 segundos) pelos próprios indígenas. Em 29 de dezembro de 2021, membros de uma igreja pentecostal queimaram uma casa de reza Guarani Kaiowá, no Tekoha Itay Ka’Agwyrusu (Douradina, Mato Grosso do Sul): também filmada (um plano de 51 segundos). Três cantos Guarani Kaiowá (Ñengary, canto-reza), do Cacique Getúlio, foram traduzidos para este filme por Douglas Diegues em colaboração com Dani Guarani Kaiowá e Gregorio Gómez Centurión. Para os Guarani Kaiowá, Tekoha é a definição de terra indígena, território étnico e vital dos povos originários do Brasil – um lugar onde se é.

Fields marked with an * are required

assine e receba
novidades por email

Mais Recentes

Publicidade