X

0 Comentários

Off Topic

Projeto Curta Teatro

Luz, palco, ação !

Por Luiz Joaquim | 20.05.2010 (quinta-feira)

Há uma lacuna de comunicação entre a celebrada classe cinematográfica pernambucana e o meio teatral no Estado. Pensando nisso, o ator local Kleber Lourenço e a atriz Sandra Possani (gaúcha) idealizaram o projeto Curta Teatro. Trata-se da encenação de uma micro-peça, com duração em torno de 15 minutos, dirigida por cineastas da região. O projeto debuta às 22h de hoje no Espaço Muda, com a apresentação de “O Homem na Mesa”, de Pedro Severien. No elenco: Gilberto Brito, Henrique Ponzi, Paulina Albuquerquer, Juan Guimarães e a própria Possani.

“O projeto tem dois focos”, explica Kleber, “um é o próprio processo, e essa é a questão mais importante, ou seja, trocar informações entre esses dois grupos criativos – cinema e teatro”. A outra seria dar a possibilidade dos cineastas experimentarem uma outra linguagem de expressão. “Nada impede que eles possam inclusive aproveitar a experiência para transformar o resultado num curta-metragem de fato”, adianta o idealizador.

No roteiro de programação, o Curta Teatro quer fazer uma apresentação mensal, sempre na primeira quinta-feira do mês. Na sequência, os próximos diretores confirmados são William Jura Cubits (julho), Leo Falcão (Julho), e Eric Laurence (agosto). Kleber Lourenço conta que pretende também extender o convite para gente como Tuca Siqueira, Gabriel Mascaro, Daniel Bandeira, Kleber Mendonça e Marcelo Gomes.

Para Pedro Severien, a vontade de experimentar a linguagem teatral já era um desejo. “Sempre viajei na idéia de me isolar num lugar fechado com algumas pessoas legais e dali criar algo”, diz ele que, teve participação ativa na concretização do projeto. Foi por indicação do ator gaúcho Julio Andrade (dirigido por Severien no filme “São”, 2009) que o cineasta pernambucano conheceu Possani, morando no Recife há um ano, e daí se deu a conversa inicial sobre o Curta Teatro. Possani interpretou a mãe de Julio no filme “Cão sem Dono” (2007), de Beto Brant.

Sobre “O Homem na Mesa”, Severien explica que partiu de uma imagem para desenvolver um discurso sobre o vício humano. “Não são questões sociais sobre o vício, mas sobre os mecanismos dele”, comenta. Depois de ensaios na semana passada, os próprios atores atuaram como co-autores do enredo. Do ponto de vista da linguagem, Severien diz que bolou uma estratégia cênica para forjar o que seria um foco cinematográfico nos atores. “O detalhe é que não temos câmeras aqui”, diz sorrindo.

serviço:
Curta Teatro, hoje (20-maio-2010), 22h
Espaço Muda – Rua do Lima, 280, Santo Amaro
Entrada franca

Fields marked with an * are required

assine e receba
novidades por email

Mais Recentes

Publicidade