X

0 Comentários

Reportagens

20º FestCine – Programação

Festival de Curtas de Pernambuco ocupa o Cinema São Luiz entre os dias 3 e 8 de dezembro.

Por Delles Sassi | 03.12.2018 (segunda-feira)

– Com informações do Portal Cultura PE (foto de Costa Neto, FestCine ocupa novamente o São Luiz).

A 20ª edição do Festival de Curtas de Pernambuco, o FestCine, começa hoje (03) até o sábado (08), com programação de exibições das Mostras Competitivas em Formação e Geral no tradicional  Cinema São Luiz, na rua da Aurora em Recife.

Este ano o festival homenageia dois pernambucanos que estão cravados na história do audiovisual brasileiro: o cinéfilo e ex-programador de filmes Arlindo Gusmão, que atuou em empresas como Art Filmes, Warner Bros, Herbert Richards e Embrafilmes, ainda colaborando com o único mapeamento do parque exibidor pernambucano nos anos 50/60; e a jornalista Graça Araújo, que faleceu precocemente este ano, deixando um legado imenso para o telejornalismo e a difusão do cinema pernambucano, atuando, inclusive, como apresentadora oficial de todas as edições do Cine PE.

Foram 209 obras inscritas para a seleção de apenas 64 filmes vindos de todas as macrorregiões do estado, exibindo uma grande diversidade de temas, estéticas, narrativas e processos de realização, concorrendo a uma premiação total no valor de R$ 66,5 mil.

Confira a programação:

*Todo o evento ocorrerá no Cinema São Luiz (Rua da Aurora, 175 – Boa Vista, Recife) com acesso gratuito.

Segunda-feira, 03 de dezembro

19h – Abertura do 20º FestCine | Homenagem a Arlindo Gusmão.

19h30 – Mostra Competitiva Geral (Classificação: 14 anos)

Bolha (Animação, 15 minutos, 2018), de Mateus Alves.
Juliano Holanda – Ouriço (Ao vivo No Texas) (Videoclipe, 05 minutos, 2017), de Pedro Vitor Ferraz.
Vendo (Ficção, 19 minutos, 2018), de João Vigo.
“Sobrado” (Videoclipe, 02 minutos, 2018), de Rodrigo Barros.
Tá difícil atravessar (Videoarte/experimental, 04 minutos, 2018), de João Lin.
Coleção (Ficção, 13 minutos, 2018), de André Pinto e Henrique Spencer.
Areia Branca (Videoclipe, 05 minutos, 2017), de Victor Giovanni.
Cor de Pele (Documentário, 15 minutos, 2018), de Livia Perini.
Mini Miss (Documentário, 16 minutos, 2018), de Rachel Daisy Ellis.
Liberdade (Videoclipe, 03 minutos, 2017), de Lira Paes, Clayton Barros, Eduardo Pereira e Felipe Falcão.
Nova Iorque (Ficção, 24 minutos, 2018), de Leo Tabosa.

Terça-feira, 04 de dezembro

19h – Mostra Competitiva Geral (Classificação: 16 anos)

Verde Limão (Ficção, 18 minutos, 2018), de Henrique Arruda.
Não te quero mais mizéra (Videoclipe, 03 minutos, 2018), de Arrete e Caco Nigro.
As TransforMISStas (Documentário, 16 minutos, 2018), de Henrique Arruda.
Pra te conquistar (Videoclipe, 03 minutos, 2018), de Marionaldo Júnior.
Mayra está bem (Documentário, 08 minutos, 2017), de Juliana Lima.
Pantera (Videoclipe, 04 minutos, 2018), de Ana Olívia Godoy.
Movimento #5 com Edson Vogue (Videoarte/experimental, 03 minutos, 2016), de Thiago Merces e Marcos Haas.
Realizadorxs (Documentário, 10 minutos, 2018), de Cacau Barros.
Deusa (Videoarte/experimental, 15 minutos, 2018), de Joana Gatis e Mayara Millane.
Entremarés (Documentário, 20 minutos, 2018), de Anna Andrade.
ELEKÓ (Videoclipe, 05 minutos, 2018), de Aida Polimeni.
Reforma (Ficção, 15 minutos, 2018), de Fábio Leal.
A Senhora dos Ventos (Documentário, 24 minutos, 2018), de Chia Beloto e Rui Mendonça.

Quarta-feira, 05 de dezembro

19h – Mostra Competitiva Geral (Classificação: 16 anos)

Persignação (Ficção, 17 minutos, 2017), de Igor de Lyra.
O Corre (Videoclipe, 10 Minutos, 2018), de Júlio Fonseca.
Entre Pernas (Ficção, 20 minutos, 2018), de Ayla de Oliveira.
GeoPoesis (Videoarte, 22 minutos, 2018), de Zé Diniz e Fred Nascimento.
Antiproibicionismo JAH!!! (Documentário, 16 minutos, 2018), de Juliana Trevas e Pedro
Severien.
Dorival – Academia da Berlinda (Videoclipe, 06 minutos, 2018), de Filipe Marcena e Marcelo Sena.
Na pisada (Documentário, 12 minutos, 2017), de Sérgio Santos.
Eu o declaro meu inimigo (Videoclipe, 02 minutos, 2018), de Marcos Buccini e Tiago Delácio.
Esta não é uma canção de esperança (Ficção, 23 minutos, 2016), de Daniel Aragão.
S/N (Ficção, 10 minutos, 2018), de Renata Malta.

Quinta-feira, 06 de dezembro

18h30 – Mostra Competitiva de Formação (Classificação: 12 anos)

Quanto craude no meu sovaco (Ficção, 04 minutos, 2017), de Duda Menezes e Fefa Lins.
Quando me deixam falar (Documentário, 18 minutos, 2017), de Ivson Henrique e Lais Rilda.
Pisciano (Ficção, 02 minutos, 2018), de Alexandre Pitanga.
A hora do tabaqueiro (Animação, 03 minutos, 2018), de Direção Coletiva.
Uma Volta Comigo (Ficção, 21 minutos, 2018), de Larissa Reis.
Coração do Mar (Ficção, 20 minutos, 2018), de Rafael Nascimento.

19h40 – Mostra Competitiva Geral (Classificação: 12 anos)

Ressonâncias Rupestres – Live performance coco Raízes de Arcoverde (Videoclipe, 23 minutos, 2018), de Rui Mendonça.
Cavalo Concreto (Videoarte/experimental, 16 minutos, 2018), de Juliano Valença.
Extintos Cinemas (Documentário, 13 minutos, 2018), de William Tenório.
O Esquema (Ficção, 12 minutos, 2018), de Caio Dornelas.
Tempo Circular (Documentário, 20 minutos, 2018), de Graciela Guarani.
Caçador (Ficção, 20 minutos, 2018), de Leonardo Sette.
Samico – Sereia (Videoclipe, 04 minutos, 2018), de Tágory Nascimento e Rogério Samico.
Enraizada (Documentário, 08 minutos, 2018), de Tiago Delácio.
Gerônimo (Ficção, 15 minutos, 2018), de Anny Stone.

Sexta-feira, 07 de dezembro

18h30 – Mostra Competitiva de Formação (Classificação: 16 anos)

Tangível Ballet (Documentário, 10 minutos, 2017), de Tatiane Ferr e Ana Gabriela.
#Turismo_Selvagem (Animação, 04 minutos, 2018), de Direção Coletiva.
Carolinas: as mulheres da ocupação Carolina de Jesus (Documentário, 06 minutos, 2017), de Sofia Lucchesi e André Norões.
Desyrrê (Documentário, 13 minutos, 2018), de Direção Coletiva.
TRANSdisciplinaridade (Documentário, 04 minutos, 2017), de Kailane Cavalcanti, Oliver Matheus, Rennan Peixe e Sinthya Eloy.
Rita (Documentário, 10 minutos, 2018), de Maria Luyza Souza.
Eu sou lamento (Documentário, 18 minutos, 2018), de Almir Cunha.

19h40 – Mostra Competitiva Geral (Classificação: 12 anos)

Meu Livro Proibido (Ficção, 23 minutos, 2018), de Thom Galiano e Robério Brasileiro.
Vento – Um leito de água azul (Videoclipe, 04 minutos, 2018), de Lauro Ribeiro e Katarina Barros.
Adeus (Animação, 12 minutos, 2017), de Marília Feldhues.
Sobre o Esquecimento (Ficção, 15 minutos, 2016), de Lucas Rocha.
Recifeiria (Videoclipe, 02 minutos, 2018), de Filipe Massa.
Carrero, o áspero amável (Documentário, 25 minutos, 2018), de Luci Alcântara.
Vento Frio (Ficção, 17 minutos, 2018), de Taciano Valério.
Guaxuma (Animação, 14 minutos, 2018), de Nara Normande.

Sábado, 08 de dezembro

17h – Sessão Especial com acessibilidade comunicacional – Alumiar – Fundação Joaquim Nabuco
(Classificação: Livre)

Frequências (Videoarte/experimental, 19 minutos, 2017), de Adalberto Oliveira (AD)
O Auto da Compadecida (Ficção, 104 minutos, 2000), de Guel Arraes (LSE, Libras, AD)

19h – Sessão especial Mostra Documentando
Pode Entrar (Documentário, 7 minutos, 2014), Direção Coletiva
Quadrado (Documentário, 9 minutos, 2014), Direção Coletiva
Vida Aparecida (Documentário, 10 minutos, 2016), Direção Coletiva
Ciola (Documentário, 13 minutos, 2018), Direção Coletiva

20h – Cerimônia de Encerramento e premiação
Exibição do resultado das oficinas do FERA e Documentando.
Homenagem a Graça Araújo.

Programa de atividades paralelas durante o festival:

“ENCONTROS DE CINEMA”

Debates com os realizadores do Festival
Todos os dias, de terça a sábado, sempre das 17h às 19h.
Local: 1º Andar do Cinema São Luiz
Mediado pelo jornalista e crítico cinematográfico Luiz Joaquim.

“DEBATE”

Cinema urgente: estratégias de existência do cinema como arte e resistência.

Em parceria com a FERA – Feminismo & Equidade para Reinventar o Audiovisual.

Quarta-feira, 05 de dezembro
Das 17h às 19h
Local: 1º Andar do Cinema São Luiz

Fields marked with an * are required

assine e receba
novidades por email

Mais Recentes

Publicidade