X

0 Comentários

Digital

Bambi (1942)

Clássico infantil chega restaurado em DVD duplo

Por Luiz Joaquim | 13.02.2006 (segunda-feira)

Na animação digital da produtora DreamWorks, chamada “Madagascar” (EUA, 2005), que entra em cartaz nos cinema nesta sexta-feira, uma zebra entediada decide que precisa sair do zoológico e conhecer a natureza. Formando um grupo com uma girafa hipocondríaca, uma hipopótamo vaidoso e um leão folgado, o quarteto quadrúpede é falante e extremamente alucinado. Em contraponto a essa nova produção estrategicamente
ajustada ao ritmo contemporâneo das crianças, chega à locadoras, em DVD especial, um tesouro cinematográfico chamado “Bambi” (EUA, 1942) cujo encantamento visual e argumentativo transcende o tempo e ressalta uma certa inadequação dos atuais desenhos infantis.

Visto hoje, a história do pequeno cervo que amadurece, se apaixona e se transforma no príncipe da floresta pode parecer ingênuo e lento. Mas seria um equívoco não entender que “ingênuo” e “lento” são características próprias e naturais no processo educativo e evolutivo das crianças. “Bambi” foi feito numa época em que as fronteiras entre o mundo adulto e o das crianças eram mais definidas.

Assim sendo, distinção sexual não era problema quando Walt Disney construía enredos fantasioso para os infantes, o que é bem apropriado, uma vez que “postura sexual” simplesmente não existe no universo infantil, mas sim na perspectiva dos adultos. A postura “politicamente correta” que encorpa os filmes de hoje, estes sim, é que impõe às crianças comportamentos fechados para gênero sexuais, sociais e étnicos.

Em “Bambi”, Walt Disney desenvolve uma fábula completa abarcando desde o nascimento do cervo até sua lapidação como um ser maduro. Desta forma, as crianças acompanham os primeiros passos cambaleantes do animal, quando Disney tenta reproduzir toda a graça desses desmantelo que é aprender a andar; assim como também coloca graça nas primeiras palavras que ele balbucia.

Nas brincadeiras ingênuas com o coelho Tambor e o gambá Flor, Bambi vai aprendendo sobre a vida com a velha Coruja até que uma tragédia, o assassinato de sua mãe, lhe atinge. Aqui, o filme de Disney traz um dos momentos dramáticos mais fortes para qualquer criança de todos os tempos, não só pela construção narrativa da tragédia, como pela atmosfera sombria que as pinturas do filme sugerem.

Assistir ao filme no DVD duplo que a Walt Disney Home Entertainment está colocando no mercado é uma nova experiência para aqueles a quem o filme já é familiar. No disco 1, a Disney disponibiliza o desenho depois de restaurados seus mais de 110 mil quadros, sendo retocados a mão. Foram quase 10 mil horas de trabalho obedecendo a concepção de brilho e cor do original, realizado há 63 anos. O som, originalmente mono, também foi turbinado para o formato envolvente do 5.1 Disney Enhanced, realçando nuances como o barulho das folhas caindo e pingos de chuva.

O disco 2, além de jogos e atividades, traz cenas inéditas (Bambi na neve pela primeira vez) e os bastidores da produção. Nessa última trilha, o disco oferta informações valiosas como o making of do filme, o curta-metragem “O Velho Moinho” (1937), e o documentário “Tricks of The Trade”, no qual o próprio Disney explica a câmera multiplanos, equipamento criado para dar profundidade de campo em desenhos bidimensionais.

SERVIÇO:
DVD duplo “Bambi”
Walt Disney Entertainment
Preço sugerido: R$ 49,90

Mais Recentes

Publicidade