X

0 Comentários

Artigos

Globo sem Ouro

Câmera clara 94

Por Luiz Joaquim | 14.01.2007 (domingo)

Semana passada soubemos que a 65ªcerimônia do Globo de Ouro, promovida ontem, não iria acontecer nos moldes tradicionais, com um jantar black-tie para os concorrentes do cinema e da TV, mediante uma apresentação espirituosa um pouco nos moldes do Oscar. O Wright Guild mostrou-se irredutível nas negociações com a Associação de Imprensa Estrangeira de Hollywood (HFPA, sigla em inglês), responsável pelo evento. Alguns pensam já numa extensão deste acontecimento também para a cerimônia do Oscar, a acontecer em 24 de fevereiro. Mas, com uma vitrine gigantesca como a que o Associação dos Roteiristas (WGA) conseguiu com o boicote ao Globo de Ouro, tenho a impressão que as negociações entre eles e a associação dos produtores (AMPTP) devem agora acelerar em bom ritmo. Os roteiristas reinvidicam receber sua parte nos lucros dos filmes lançados em home-video – DVD, Blu-Ray – e exibidos na Internet. Com a não-festa do Globo de Ouro ontem, a rede norte-americana NBC, detentora da transmissão, certamente arrecadou bem menos que os habituais 18 milhões de dólares que costuma arrebatar em intervalos comerciais numa transmissão normal do evento. Quer melhor argumento que este?

xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx
Mulher invisível patropi
A Warner Bros. e a Conspiração Filmes anunciam o início da produção de “A Mulher Invisível”, escrito e dirigido por Claudio Torres (“Redentor”), com a colaboração de Adriana Falcão no roteiro. Selton Mello lidera o elenco, que conta ainda com as participações de Luana Piovani, Vladimir Brichita e Maria Manoella. As filmagens da comédia romântica iniciam-se em fevereiro de 2008 no Rio. A estréia deve acontecer em janeiro de 2009.

xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx
Atibáia
Começa amanhã no estado de São Paulo, o 3° Festival de Atibáia Internacional do Audiovisual com vários trabalhos pernambucanos competindo pelo prêmio de R$ 16 mil como curta-metragem, “Noite de Sexta, Manhã de Sábado”, e o de R$ 8 mil como vídeo, “O Jumento Santo e A Cidade que Acabaou antes de Começar” e “Mauro Shampoo – Jogador, Cabelereiro e Homem”. Destaque também para o vídeo paraibano “Um Fazedor de Filmes” de Arthur Lins e Ely Marques.

xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx
Tribeca e Guadalajara
O homem que escolhe os filmes brasileiros a exibir nos festivais de Guadalajara, no México, e o da Tribeca (de Robert DeNiro, nos EUA) chama-se Dennis DeLaRocca e está em terras brasileiras a procura de novos talentos para as próximas edições dos festivais, respectivamente entre 7 e 14 de março, e 23 de abril e 4 de maio. Para falar com ele? (21) 8314-9161 ou ddelaroca@gmail.com

Fields marked with an * are required

assine e receba
novidades por email

Mais Recentes

Publicidade