X

0 Comentários

Artigos

Distribuição de filmes nacionais

Câmera clara 106

Por Luiz Joaquim | 14.04.2008 (segunda-feira)

Aqui em Fortaleza, o empresário Jean-Thomas Bernardini acompanha a performance de “Nossa Vida não Cabe num Opala”, longa de Reinaldo Pinheiro, que abriu o CineCeará na quinta-feira. Sua empresa, a “Imovision” (de filmes como “Paranoid Park”, “A Casa de Alice”, “XXY”), fará a distribuição do filme de Pinheiro no circuito comercial brasileiro com um número entre oito ou 14 cópias, previsto para maio, depois de Cannes, para onde Jean-Thomas viaja. Em entrevista coletiva na manhã da sexta, o distribuidor lembrou que o mercado comercial brasileiro passa por um momento complicado. “Filmes que davam um milhões de espectadores, agora dão 2 milhões. Já os que faziam 50 mil, fazem hoje oito mil”, ressaltou o francês naturalisado brasileiro. De fato, se verificarmos os números do maior sucesso nacional deste ano veremos que “Meu Nome Não É Johnny” está no topo com 2,042 milhões de espectadores (até 30 de abril), enquanto em segundo lugar vem “Polaroides Urbanas”, com 630 mil (ainda em cartaz há seis semanas). Olhando esses títulos, é preocupante pensarmos no tipo de produto que faz sucesso no cinema brasileiro. Ainda bem que alguns distribuidores estão mais atentos a outros aspéctos de um filme brasileiro quando firmam contrato com os produtores. Para Jean-Thomas, o “Opala” pode fazer 400 mil ou 20 mil espectadores”, só o mercado louco poderá dizer.

————————–
Locarno
O programa Open Doors, realizado pelo Festival de Locarno, Suíça, oferecerá apoio à produções estrangeiras com especial atenção aos da América Latina. Diretores e produtores dos filmes selecionados serão convidados a um seminário organizado pelo Festival, com potenciais co-produtores e patrocinadores. Projetos podem ser apresentados por e-mail (opendoors@pardo.ch) até 21 de abril de 2008, pelo correio ate 28 de abril de 2008. São aceitos projetos de documentários e de filmes ficcionais, em diversos estágios: desenvolvimento, pré-produção, produçao e pós-produção. Mais infos (www.pardo.ch).

—————————–
Edital
Edital do Audiovisual do Governo do Estado de Pernambuco será anunciado depois de amanhã no Palácio dos Campos das Princesas, a partir das 9h.

—————————–
Refilmagem
Começam hoje, em Brotas, interior de São Paulo, as filmagens da nova versão de “O Menino da Porteira”, clássico de1977, com Sérgio Reis no elenco. A nova versão traz o cantor Daniel (foto acima) e vem pelas mãos dos mesmos Jeremias Moreira e Moracy do Val, que realizaram o original há 31 anos. Naquela época, a obra levou 4 milhões de pessoas aos cinemas.

————————-
Animação
Amanhã, a partir das 21h, o Canal Brasil (Net/Sky) transmite o Grande Prêmio da Academia Brasileira de Cinema. O curta metragem pernambucano “Até o Sol Raiá” concorre ao Grande Prêmio 2007. Os diretores Leanndro Amorim e Fernando Jorge estarão presentes na cerimônia, brigando pelo título de melhor curta de animação do país.

Fields marked with an * are required

assine e receba
novidades por email

Mais Recentes

Publicidade