X

0 Comentários

Reportagens

Morre Chris Marker

Cineasta dirigiu o clássico La Jeteé

Por Luiz Joaquim | 30.07.2012 (segunda-feira)

Chris Marker, um dos mais influentes cineastas da França, faleceu no último domingo, em Paris, dia em que completou 91 anos. Fotógrafo, escritor e intelectual, Marker foi o colaborador de grandes cineastas, como Akira Kurosawa, Costa-Gavras e Alain Resnais ao longo de uma carreira de 60 anos pelos quais realizou mais de 50 filmes, muito deles inspirados pela liberdade de expressão e pela política anticolonialista.

Marker era mais conhecido pelo seu curta-metragem “La Jetée” (1962), no qual contava a história de um sobrevivente de uma guerra no futuro que viaja ao passado quando prevê sua própria morte. A história sofisticada e sua estética moderna, com sequências de fotografias, inspirou o cineasta inglês Terry Gilliam a fazer o sucesso “Os 12 Macacos”.

Outros de seus trabalhos renomados são o documentário “Cuba Si”, um retrato favorável a Fidel Castro, feito em 1961, e à revolução cubana, e “Loin du Vietnam” (Longe do Vietnã), de 1967, feito como colaborador com outros cineastas europeus que se opunham a ocupação norte-americana no sudeste da Ásia.

No Recife, a Galeria Vicente do Rego Monteiro, na Fundação Joaquim Nabuco (Derby), exibe a exposição “O Legado da Coruja”, trabalho inédito de Marker no Brasil, realizado em 1989. A visitação é até 2 de setembro, de terça a domingo, das 14h30 às 20h.

Fields marked with an * are required

assine e receba
novidades por email

Mais Recentes

Publicidade