X

0 Comentários

Artigos

Palma de latão

Câmera clara 456

Por Luiz Joaquim | 18.05.2015 (segunda-feira)

Quem nunca pensa na força de um símbolo, deveria começar a pensar. No material de promoção de um filme é curioso observar como o símbolo de duas palmas – utilizadas como parênteses cercando a indicação de um prêmio em um festival qualquer – foram estabelecidas como padrão. Isto porque vale mais a imagem das palmas – um referência direta ao mais importante festival de cinema do mundo, o de Cannes – do que o que está escrito entre elas; ou seja, o trabalho pode ter recebido, por exemplo, o prêmio de melhor continuidade num hipotético Festival da Comunidade do Fundão Podre. Não importa, uma vez que a informação possa ser cercada por palmas, ela será utilizada na divulgação. O resultado é, em alguns casos, ver um disparate de prêmios que o tal filme indica em seu cartaz. Curioso ainda é ver nestes cartazes alguns termos da crítica. Mas isso é outra história.

versão 1
Manifestação
Como marco do primeiro ano de ações do Movimento Ocupe Estelita, o grupo lançou quarta-feira (13) na Internet um vídeo de direção coletiva. Irônico contra o projeto Novo Recife, o videoclipe mostra uma versão para a música “Recife, Minha Cidade”, de Reginaldo Rossi, interpretada por um falso prefeito Geraldo Júlio (foto). Em 17 horas, o vídeo foi acessado por mais de 162 mil vezes.

versão 2
Na Internet
Cineastas locais, indignados com o crescimento urbano desenfreado na cidade, lançaram quarta-feira (13) na Internet um videoclipe mostrando uma versão para a música “Recife, Minha Cidade”, de Reginaldo Rossi. Ela é interpretada por um falso prefeito Geraldo Júlio. Em 17 horas, o vídeo foi acessado por mais de 162 mil vezes.

Martel
Lucrécia Martel começa a filmar seu quarto longa – Zama – hoje na Argentina. O filme tem coprodução da Bananeira Filmes e conta com atores do Brasil no elenco – como Matheus Nachtergaele -, e também com direção de arte e montagem com profissionais daqui. Acontece no fim do século 18 numa pequena cidade latino-americana de colonização espanhola. Diego de Zama, único funcionário sul-americano da administração, espera um barco que traga uma carta do Rei que autorize sua voltar à cidade onde vivem sua mulher e seus filhos.

Indie
As inscrições de filmes para o 15º Indie Festival já estão abertas. Podem ser inscritos obras de ficção e documentários, nacionais e internacionais, acima de 55 minutos. As inscrições podem ser feitas no site www.indiefestival.com.br. O prazo final é dia 10 de junho. O festival acontece entre 03 e 09 de setembro em Belo Horizonte (MG); e 16 a 30 de setembro em São Paulo. O “Indie” é dedicado a filmes nacionais e internacionais de longa e média-metragem.

Belo Jardim
O 1º Festival de Cinema de Belo Jardim, no Agreste de Pernambuco, acontece de quarta-feira (20) a domingo(24), com cerca de cem filmes, entre nacionais e internacionais, além de oficinas de formação para o público jovem. Tudo é gratuito. A Pontilhado Cinematográfico, do recifense Leo Tabosa, e o Instituto Conceição Moura, produzem.

Fields marked with an * are required

assine e receba
novidades por email

Mais Recentes

Publicidade