X

0 Comentários

Reportagens

Abraccine aniversaria e promove debate ao vivo

Presidentes e vice-presidentes da atual gestão e de gestões anteriores falam sobre desafios da categoria

Por Luiz Joaquim | 09.07.2020 (quinta-feira)

– atualizado em 12 de julho de 2020, 13h56

Para quem perdeu o debate ao vivo, a Associação Brasileira de Crítico de Cinema (Abraccine) postou a gravação do evento em seu Canal no YouTube. Veja aqui.

————————————

No dia 10 de julho de 2011, aconteceu a assembleia de fundação da Associação Brasileira de Críticos de Cinema (Abraccine). Ocorreu no então 4º Festival Paulínia de Cinema (SP) e, para comemorar os nove anos completos amanhã (10), a instituição apresenta neste sábado (11), às 18h, a transmissão ao vivo de um debate pelo qual irá resgatar avanços, transformações e desafios para a categoria.

O debate terá como convidado Luiz Zanin Oricchio (presidente 2011-2015), Paulo Henrique Silva (presidente 2015-2019), Orlando Margarido (vice-presidente 2015-2019), Ivonete Pinto (presidente 2019-2021) e Luiz Joaquim (vice-presidente 2019-2021).

A transmissão acontece pelo Google Meet, com apoio técnico do Centro Universitário Aeso-Barros Melo (Olinda-PE). Para acompanhar o debate da instituição que reúne mais de 110 profissionais de todo o País, basta seguir os passos abaixo:

– Acesse o endereço do debate (clique aqui)

– DESATIVE seu microfone (clique sobre o ícone)

– DESATIVE sua câmera (clique sobre o ícone)

– Escreva seu nome

– Clique no botão verde “Pedir para participar”, e aguarde.

Você será direcionado para a sala virtual do debate e, ao final das falas dos participantes, você poderá dirigir questões pelo chat, que serão administradas pelo mediador do encontro, Luiz Joaquim

Sobre os participantes

IVONETE PINTO – Jornalista, doutora em Cinema pela USP – Universidade de São Paulo; presidente da Associação Brasileira de Críticos de Cinema – Abraccine (2019-2021); professora no curso de Cinema e Audiovisual na UFPel – Universidade Federal de Pelotas; coeditora da revista Teorema (impressa) e colaborada das revistas Orson, Calvero e Cinema Escrito (online); é autora dos livros “A Mediocridade”, “Descobrindo o Irã” e “Samovar nos Trópicos”; organizou, com Orlando Margarido, “Bernardet 80: Impacto e Influência no Cinema Brasileiro” (Paco Editorial/Abraccine, 2017) e com Fatimarlei Lunardelli e Humberto Silva “Ismail Xavier – um pensador do cinema brasileiro” (Sesc/Abraccine, 2019). Foi jurada, pela Federação Internacional de Críticos de Cinema, em festivais como Havana, Cartagena, Toronto e San Sebastian

LUIZ JOAQUIM – É coordenador do bacharelado em Cinema e Audiovisual da Uniaeso. Leciona na pós-graduação Estudos Cinematográficos da Unicap. Foi curador entre 2001 e 2017 do Cinema da Fundaj, e é jornalista e mestre em comunicação pela UFPE. Foi crítico de cinema da Folha de Pernambuco entre 2004 e 2016, e do Jornal do Commercio entre 1997 e 2001. É sócio-fundador e vice-presidente da Abraccine. É autor do livro Cinema brasileiro nos jornais (2018) e editor do www.cinemaescrito.com. Realizou os curtas-metragens Eiffel (2008) e O homem dela (2010). –

LUIZ ZANIN ORICCHIO (Luiz Fernando Zanin Oricchio, São Paulo, 1950) é crítico de cinema do jornal do jornal O Estado de S. Paulo. Presidiu a Abraccine (Associação Brasileira de Críticos de Cinema (2011-2015). Editor do suplemento Cultura, do jornal O Estado de S. Paulo (2000-2009). Autor dos livros Cinema de Novo – Um Balanço Crítico da Retomada, pela Editora Estação Liberdade (2003), Guilherme de Almeida Prado – um Cineasta Cinéfilo (Imprensa Oficial, 2005) e Fome de Bola – Futebol e Cinema no Brasil (Imprensa Oficial, 2006), além de participação com capítulos e ensaios em diversas obras coletivas.

ORLANDO MARGARIDO – Jornalista, atua desde 1989 como repórter da área cultural, crítico de cinema e artes plásticas. Trabalhou nas revistas Visão, Veja São Paulo e Carta Capital, além dos jornais Diário do Grande ABC e Gazeta Mercantil. Integra os comitês de seleção do É Tudo Verdade – Festival Internacional de Documentários e Mostra Internacional de São Paulo. Colabora com a Mostra Ecofalante de Cinema Ambiental. Escreveu para a Coleção Aplauso da Imprensa Oficial a biografia Ser Ator – Antonio Petrin. Colaborou no livro Manoel de Oliveira (Cosac Naify/Mostra de Cinema de São Paulo, 2005). É um dos autores integrantes de 100 Melhores Filmes Brasileiros e Documentário Brasileiro – 100 Filmes Essenciais (Editora Letramento/Abraccine). Junto com Ivonete Pinto, organizou Bernardet 80 – Impacto e Influência no Cinema Brasileiro (Paco Editorial/Abraccine). Realiza coberturas de festivais de cinema nacionais e internacionais. Integrou o Júri Fipresci da crítica internacional no 69º Festival de Berlim. Foi vice-presidente da Associação Brasileira de Críticos de Cinema, Abraccine, no período de 2016/2019. Atualmente escreve no Blog do Orlando Margarido e revista Teorema.

PAULO HENRIQUE SILVA – Jornalista especializado em cinema, Paulo Henrique Silva escreve para o “Hoje em Dia” há 25 anos. Atualmente edita a revista de cinema “Elipse”. Foi presidente da Associação Brasileira de Críticos de Cinema de 2015 a 2019, período em que esteve à frente de nove publicações. Organizou quatro livros da coleção “100 Melhores” e “Trajetória da Crítica de Cinema no Brasil”, a primeira publicação a fazer um mapeamento da história da crítica de cinema no país. Pós-graduado pela Pontifícia Universidade Católica (PUC-MG), escreveu ensaios para os livros “Os filmes que sonhamos” e “O cinema brasileiro hoje: ensaios de críticos e especialistas de todo o país”, e para os catálogos das mostras Howard Hawks e Alfred Hitchcock, além de participar das comissões de seleção do Festival de Gramado (2013) e Festival Internacional de Curtas-Metragens de Belo Horizonte (2016). Integrou o júri da crítica da Mostra de Cinema de Tiradentes, em 2016. Fez a curadoria da mostra “Bernardet – Tempos de Cinema”, no Sesc Palladium, em Belo Horizonte.

Fields marked with an * are required

assine e receba
novidades por email

Mais Recentes

Publicidade