X

0 Comentários

Artigos

O cinema, o mercado

Câmera clara 69

Por Luiz Joaquim | 28.05.2007 (segunda-feira)

Os 30 anos de “Guerra nas Estrelas”, sexta-feira passada, fez lembrar de uma época em que o mercado cinematográfico era menos manipulador. Os quatro anos de trabalho abnegado de George Lucas para criar o “Uma Nova Esperança” foi (e permanece sendo) reconhecido pelo público graças a inquestionável qualidade e inovação dramática, estética e técnica que a obra carregava. A empatia com o público, o bom resultado de bilheteria não vieram por critérios marqueteiros. O sucesso do episódio IV de “Guerra nas Estrelas” não foi “empurrado à força”, como vem acontecendo há alguns anos, através de maciça carga de divulgação e promoções que em algumas situações subestima o poder de discernimento do espectador, quando anunciam que ele não pode perder ôo filme mais esperado de todos os tempos”. Essa balela parece funcionar por alguns dias, em particular no final de semana de lançamento dos pré-fabricados blockbuster, mas não se sustenta. Para quem duvida, sugiro nos encontrarmos em 2037 para analisar a importância de “Piratas do Caribe 3: No Fim do Mundo” para a história do cinema.

———————-
Homossexual
“Como Esquecer” é o nome do novo filme de Malu de Martino (de “Mulheres do Brasil”) e a estrela aqui é Andréa Beltrão que viverá uma professora de literatura inglesa que entra em depressão ao ser abandonada pela companheira. A história será adaptada do livro homônimo de Myriam Campello. As filmagens começam no segundo semestre.

————————-
Ceará
O 17° Cine Ceará – Festival Ibero-Americano de Cinema, que acontece entre 1 e 8 de junho de 2007, divulgou quinta-feira a lista dos oito longas-metragens que compõem a mostra competitiva: do Brasil estão “Querô”, de Carlos Cortez, e “Patativa do Assaré – Ave Poesia”, de Rosemberg Cariry. Da Guatemala, “As Cruzes”, de Rafael Rosal; de Portugal, “Body Rice”, de Hugo Vieira da Silva; da Argentina, “Chile 672”, de Pablo Bardauil e Franco Verdoia; da Espanha, “De Bares”, de Mario Iglesias; do Peru “Mariposa Negra”, de Francisco J. Lombardi; e uma co-produção Cuba-Espanha-Venezuela, “La Edad de la Peseta”, de Pavel Giroud.

————————–
Star Wars
Um dia antes das comemorações dos 30 anos do lançamento de “Guerra nas Estrelas”, o periódico norte-americano “Wall Street Journal” dizia que George Lucas planejava fazer 250 clipes extraídos de todos os seis episódios da saga, com duração média de um minuto cada um, e os disponibilizaria na internet para que os fãs montem o filme como desejarem a partir de um software de edição da Eyespot Corporation.

——————————-
Caju, Castanha e Cannes
A dupla pernambucana Caju e Castanha roubou a cena no 60ø Festival de Cannes. Antes da exibição de “A 8944 quilômetros de Cannes”, curta de Walter Salles incluído no longa “Chacun Son Cinema”, os dois emboladores fizeram graça no palco, com suas rimas maliciosas tirando gargalhada da platéia e fazendo o curta ser o mais aplaudido da noite.

Fields marked with an * are required

assine e receba
novidades por email

Mais Recentes

Publicidade