X

0 Comentários

Festivais

A Estrada da Vida: 100 Anos de Fellini (Recife)

Não é apenas para cinéfilos. É para quem gosta de bom cinema, de poesia e de lirismo. É Fellini. Ponto.

Por Luiz Joaquim | 12.11.2019 (terça-feira)

– com informações da assessoria da mostra.

A Caixa Cultural dá uma presente ao Recife. Abre neste sábado (16) a possibilidade de embarcarmos na nave mais lúdica que o cinema criou. Capitaneada por Federico Fellini (1920-1993), a mostra A estrada da vida: 100 anos de Federico Fellini oferece, com acesso gratuito, a chance de ver no auditório da Caixa Cultural (Av. Alfredo Lisboa, 505, Praça do Marco Zero, Bairro do Recife) oito obras do mestre italiano e dois documentários em sua homenagem. A programação ainda oferece o curso A tela que pensa – Fellini e a proliferação das imagens,  ministrado pelo professor Luame Cerqueira, doutor em Filosofia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro.

Em 20 de janeiro de 2020 o mundo inteiro irá celebrar o centenário do cineasta. Desta forma, a Caixa Cultural se antecipa com uma programação feita pela curadora e produtora carioca Fernanda Vogas que abraça nove  títulos realizados entre os anos 1950 e 1990 de e sobre Fellini. Estão lá (veja programação completa abaixo) títulos consagrados como Ginger e Fred (1986) e Cassanova de Fellini (1976), mas também outros menos explorados, como Mulheres e luzes (1950), que abre a programação às 17h deste sábado (16) com a atriz brasileira Vanja Orico (de O cangaceiro) no elenco cantando Meu limão, meu limoeiro.

Os documentários que compõem a programação são o raro curta-metragem Ciao, Federico! (1970), pelo qual Gideon Bachmann registra os bastidores das filmagens de Satyricon (1969), e o longa-metragem Que estranho chamar-se Federico (1993), quando o não menos talentoso italiano Ettore Scola homenageia Fellini no ano da sua morte.

CURSO – Antes das exibições, propriamente, o interessado que quiser acompanhar a mostra com mais propriedade a respeito da inteligência criativa de Fellini poderá participar do curso A tela que pensa – Fellini e a proliferação das imagens. Os encontros acontecem nesta quinta e sexta-feira (14 e 15 de novembro) entre às 17h e 19h, também na sala multimídia da Caixa Cultural.

O professor Luame Cerqueira explica que o curso tem como público-alvo todos os interessados, iniciantes ou iniciados, no cinema e na filosofia; “Vamos  apresentar a obra de Fellini propagando as ressonâncias entre a filosofia e o cinema”, diz.

Para se inscrever é preciso acessar o site da mostra (clique aqui), onde também é possível baixar o catálogo com a programação completa. Os ingressos para acesso às sessões serão distribuídos 30 minutos antes de cada projeção.

É aproveitar.

Programação 

16 NOVEMBRO / SÁBADO 

17h – MULHERES E LUZES / 1950 – 1h 33min – Classificação indicativa: 12 anos

No início dos anos 50, a bela e jovem Liliana atrapalha o dia a dia de uma trupe de saltimbancos, que percorre a Itália.

19h – ABISMO DE UM SONHO / 1952 – 1h 32min – Classificação indicativa: Livre

Um casal recém-casado chega a Roma para a lua-de-mel. O marido, Ivan, tem um tio muito influente na cidade, e conseguiu para os dois uma audiência com o Papa, além de ter vários planos turísticos programados. Porém, sua jovem esposa aproveita um momento de descanso para ir a uma produtora de fotonovelas entregar um presente para seu herói predileto, o Sheik Branco, que então a convida para ir ao set de filmagens, fora da cidade. Enquanto isso, Ivan descobre que a mulher sumiu, e têm de inventar algo para que sua família não perceba.

17 NOVEMBRO / DOMINGO 

15h – A TRAPAÇA / 1955 – 1h 53min – Classificação indicativa: Livre

Três trapaceiros vivem a aplicar pequenos golpes, aproveitando-se da ingenuidade das pessoas simples. O líder, Augusto, é um homem de meia-idade. Seus companheiros, mais novos, são Carlo, cujo apelido é Picasso, por querer tornar-se pintor, e Roberto, que deseja tornar-se o Johnny Ray italiano e levar uma boa vida.

17h – HISTÓRIAS EXTRAORDINÁRIAS / 1968 – Toby Dammit – Classificação indicativa: 14 anos

Histórias Extraordinárias é um filme franco-italiano de 1968, dividido em três segmentos, dirigidos por cineastas diferentes, baseados em três contos de Edgar Allan Poe. Toby Dammit que em italiano se chama Tre Passi nel Delírio (Três Passos no Delírio), traz a leitura felliniana do conto Nunca Aposte sua Cabeça com o Diabo.

19 NOVEMBRO / TERÇA

19h – QUE ESTRANHO CHAMAR-SE FEDERICO/ 1993 1h 33min – Ettore Scola Classificação indicativa: 12 anos

Uma homenagem de Ettore Scola ao grande mestre italiano Federico Fellini. O filme, que é uma mistura de imagens de arquivo e reinterpretações, retrata a vida e a obra do diretor com uma retrospectiva desde a estreia do cineasta até seu quinto Oscar.

20 NOVEMBRO / QUARTA 

17h – MULHERES E LUZES / 1950 1h 33min – Classificação indicativa: 12 anos (Sessão com legenda descritiva)

No início dos anos 50, a bela e jovem Liliana atrapalha o dia a dia de uma trupe de saltimbancos, que percorre a Itália.

19h – CASANOVA DE FELLINI / 1976 2h 35min – Classificação indicativa: 14 anos

No século XVIII, o libertino bibliotecário Giacomo Casanova (Donald Sutherland) é um grande colecionador de boas histórias. Visitante frequente da nobreza, ele viajou para todas as capitais européias e conheceu as mais diversas culturas, além de manter alguns relacionamentos amorosos.

21 NOVEMBRO / QUINTA 

19h – GINGER E FRED / 1986 1h 30min – Classificação indicativa: 12 anos

Amelia (Giulietta Massina) e Pippo (Marcello Mastroianni) eram um par de bailarinos que, na juventude, atuavam interpretando Ginger Rogers e Fred Astaire. Trinta anos após terem se separado eles se reencontram em um programa de TV, que os convidara para reapresentar seu número em um especial de m de ano. Entre as lembranças do passado e os problemas de suas vidas particulares, a dupla ainda tenta apresentar seu número como nos velhos tempos.

22  NOVEMBRO / SEXTA

19h – ENTREVISTA / 1987 1h 48min – Classificação indicativa: 14 anos

Um equipe de TV japonesa entrevista Fellini durante a produção de um filme, fazendo com que ele revisite o início de sua carreira, a chegada no estúdio Cinecittá, e reencontre grandes amigos como Anita Ekberg e Marcello Mastroianni, que dá uma de mágico e faz com que cenas do passado apareçam diante de seus olhos.

23 NOVEMBRO / SÁBADO

17h – CIAO, FEDERICO! / 1970 1h 10min – Gideon Bachmann – Classificação indicativa: 14 anos

Documentário sobre os bastidores das lmagens de “Satyricon”, que registra o anárquico processo de criação felliniana e a relação do diretor com seu elenco, além da criativa utilização dos cenários do passado e os problemas de suas vidas particulares, a dupla ainda tenta apresentar seu número como nos velhos tempos.

19h – QUE ESTRANHO CHAMAR-SE FEDERICO/ 1993 1h 33min

Ettore Scola Classificação indicativa: 12 anos

Uma homenagem de Ettore Scola ao grande mestre italiano Federico Fellini. O filme, que é uma mistura de imagens de arquivo e reinterpretações, retrata a vida e a obra do diretor com uma retrospectiva desde a estreia do cineasta até seu quinto Oscar.

24 NOVEMBRO / DOMINGO 

14h30 – GINGER E FRED / 1986 1h 30min – Classificação indicativa: 12 anos

Amelia (Giulietta Massina) e Pippo (Marcello Mastroianni) eram um par de bailarinos que, na juventude, atuavam interpretando Ginger Rogers e Fred Astaire. Trinta anos após terem se separado eles se reencontram em um programa de TV, que os convidara para reapresentar seu número em um especial de m de ano. Entre as lembranças do passado e os problemas de suas vidas particulares, a dupla ainda tenta apresentar seu número como nos velhos tempos.

Serviço:

Curso A Tela Que Pensa –Fellini e a proliferação das imagens / Local: CAIXA Cultural Recife – Sala Multimídia / Data:  14 e 15 de novembro de 2019 (quinta e sexta-feira) / Horário: 17h / Capacidade: 70 participantes / Carga Horária: 4 horas (2 horas por dia). Inscrições gratuitas – clique aqui.

Filmes – A Estrada da Vida – 100 Anos de Federico Fellini / Local: CAIXA Cultural Recife – Av. Alfredo Lisboa, 505, Praça do Marco Zero, Bairro do Recife / De 16 a 24 de novembro de 2019 / Informações: (81) 3425-1915 / Entrada franca: Ingressos distribuídos pela bilheteria, 30 minutos antes de cada sessão

Realização: Vogas Produções / Patrocínio: CAIXA e Governo Federal

Fields marked with an * are required

assine e receba
novidades por email

Mais Recentes

Publicidade