X

0 Comentários

Reportagens

O fenômeno Chaves

Você viu na infância, seus pais na deles, mas seus filhos podem não ver. Após 36 anos, Chaves sai do ar.

Por Luiz Joaquim | 01.08.2020 (sábado)

Você viu na infância, seus pais viram na infância, mas talvez seus filhos não vejam. O SBT informou que a, partir de hoje (1º de agosto de 2020), após 36 anos no ar, um fenômeno da tevê não será mais transmitido no Brasil. A série Chaves, Chapolin e Chespirito não poderão mais ser veiculadas no Brasil em função de uma pendência informada pela Televisa (do México) com os detentores dos direitos autorais das histórias. A série entrou no ar pela primeira vez no SBT em 24 de agosto de 1984, tendo estreado no México em 20 de junho de 1971.

Em consideração aos muitos órfãos de todas as idades que ficam, a partir de hoje (1º/8), sem a companhia dos personagens criados por Bolaños (1929-2014) e a sua turma, resgatamos reportagem escrita para o jornal Folha de Pernambuco, pela jornalista Cynthia Morato em 2005, quando a série já era um fenômeno pelos seus, então, mais de 20 anos no ar.

—– xxx —–

reportagem originalmente publicada na edição de 13 de abril de 2005 na capa do caderno Programa do jornal Folha de Pernambuco

reportagem de Cynthia Morato

Quem não conhece ou nunca ouviu falar dos famosos bordões: “Foi sem querer querendo!” e “isso, isso, isso”? Essas expressões foram imortalizadas, no Brasil, há mais de 20 anos por um personagem muito querido aqui e no mundo, o Chaves. Com uma trajetória invejável para qualquer programa televisivo, o Chaves foi e continua sendo um fenômeno de audiência, tendo conquistados novos fãs a cada ano, passando pelas gerações dos anos 1980 e 1990 e chegando na geração do terceiro milênio.

Só na Região Metropolitana do Recife, segundo dados do Departamento de Programação da TV Jornal, retransmissora do SBT que transmite a série, o programa Chaves atingiu em março [2005] 186 mil lares, atingindo 21.10 pontos no Ibope. E, desde fevereiro deste ano, o seriado é o campeão de audiência da emissora recifense, sendo vice-lider entre todas as emissoras. A nível nacional, o programa figura entre os cinco mais assistidos do SBT. O Chaves é exibido de segunda a sexta, das 17h45 às 18h45.

Helder Marins, 4 (em 2005): “Eu gosto”.

Grande parte do público fiel ao seriado, que conta a história de um menino órfão que vive numa vila e se esconde num barril, ainda é formado pelas crianças, principalmente por causa das piadas inocentes e de fácil entendimento. “Eu acho engraçado e assisto todos os dias porque eu gosto”, conta Helder Marins, 4 anos. Outro fã do seriado é Matheus Lins, 5, que também assiste o programa todos os dias. “Gosto mais do Chaves porque ele é o mais engraçado”, dia Matheus. Os dois ainda afirmam de pés juntos que preferem ver a série a sair com os pais.

Mas não só de pequenos é formado o público do seriado. O Departamento de Programação da TV Jornal também revela que 26,5% dos telespectadores estão entre os 25 e 39 anos. É o caso do estudante Filipe Burgos, 25. “Assisto ao programa todos os dias porque gosto. Há muito tempo vejo o Chaves”, afirma. A psicóloga Renata Dias, 24, também admira o programa há muito tempo, tendo formado uma “teoria” sobre o seriado. Para eles Chaves “circula entre a fantasia e a realidade”. Sendo a fantasia representada por exemplo, pela figura da Bruxa do 71 e a realidade é a vida pobre do povo da vila. “Eu ainda consigo sentir prazer assistindo o programa. Ele é muito engraçado e ao mesmo tempo muito simples”, confessa Renata.

O sucesso dos personagens é tanto que, com a era da informação, saiu das telas e alcançou a Internet. Somente no Orkut são 426 comunidades em português falando sobre o Chaves, com os mais diversos títulos. Os outros personagens da série também têm comunidades dedicadas a eles: a Chiquinha tem 16; para Seu Madruga são 258; Seu Barriga, 10 e Dona Florinda, 28.

Serviço:

www.chavesmania.com.br

http://turmadochaves.tripod.com

www.turmadochaves.com.br

www.infancia80.com.br/cinetv/seriados_chaves.htm

www.chavodel8.com (espanhol)

 

Fields marked with an * are required

assine e receba
novidades por email

Mais Recentes

Publicidade