X

0 Comentários

Festivais

72. Cannes (2019) – premiação

Dornelles e Mendonça Filho conquistaram prêmio importantíssimo para a cinematografia brasileira

Por Luiz Joaquim | 26.05.2019 (domingo)

Juliano Dornelles e Kleber Mendonça Filho conquistaram prêmio importantíssimo para a cinematografia brasileira e histórico para a cinematografia pernambucana. Na noite de ontem (25/5; horário da França), ambos receberam, pelo filme Bacurau, o “Prêmio do Júri” da 72a edição do Festival de Cannes. O título foi dividido com o filme Les Misérables, de Ladjy Ly. O “Prêmio do Júri” é considerado o terceiro mais importante da competição oficial, após a Palma de Ouro e do Grande Prêmio do Júri. Confira todos os premiados do festival desta edição encerrada ontem.

Outro brasileiro premiado nesta edição de Cannes, com o “Grande Premio” da mostra Un Certain Regard, foi o o filme A vida secreta de Euridice Gusmão, de Karin Ainouz.

– Palma de Ouro: Parasite, de Bong Joon-ho
– Grande Prêmio: Atlantique, de Mati Diop
– Prêmio do Júri: Bacurau, de Kleber Mendonça Filho e Juliano Dornelles e Les Misérables, de Ladj Ly
– Prêmio direção: Young Ahmed, de Jean-Pierre e Luc Dardenne
– Melhor atriz: Emily Beecham, por Little Joe
– Melhor ator: Antonio Banderas, por Dor e Glória
– Melhor roteiro: Portrait of a Lady on Fire, Céline Sciamma
– Menção especial: Elia Suleiman, por It Must Be Heaven
– Camera D’Or (melhor filme de estreia): Nuestra Madres, de César Diaz
– Melhor curta-metragem: The Distance Between Us and the Sky, de Vasilis Kekatos, com menção especial para Monstruo Dios, de Agustina San Martín.

Fields marked with an * are required

assine e receba
novidades por email

Mais Recentes

Publicidade